Os bebês sentem o mundo de uma forma completamente diferente dos adultos e isso começa com a forma como vêem. Vamos explorar a visão das crianças, como se desenvolve e o que você pode fazer, como pai ou mãe, para ajudar a construir olhos fortes e saudáveis.

Visão à nascença: um mundo totalmente novo

Parabéns! O seu novo bebê acaba de chegar. Provavelmente o parto abalou o mundo do bebê tanto como abalou o seu e poderá demorar alguns momentos até ele abrir os olhos. Depois de abri-los, os médicos e enfermeiros verificam se há problemas oculares congênitos, juntamente com outros testes de rotina que fazem no nascimento. Tipicamente aplicam também uma pomada para prevenir infecções.

A visão de um recém-nascido é muito diferente da visão de um adulto ou mesmo de uma criança pequena. O recém-nascido ainda não consegue ver as cores — só em tonalidades de cinzento. Tem também a visão desfocada, com uma acuidade visual de cerca de 20/400, e não consegue focar nada a mais de 20 a 25 centímetros de distância. Os recém-nascidos também não são muito sensíveis à luz: é necessário quase 50 vezes a mesma quantidade de luz para eles repararem nela.

No nascimento, o olho do seu bebê recém-nascido tem apenas cerca de três quartos do tamanho do olho de um adulto. Nestas primeiras semanas, as estruturas e os receptores do olho dele, juntamente com os nervos do olho e do cérebro, começam também a se desenvolver. Isto continuará durante os dois anos seguintes. Vamos ver o que acontece durante este desenvolvimento visual.

O que você pode fazer

Ajude o seu bebê a começar da melhor forma:

  •      Mantendo os cuidados pré-natais e a nutrição corretos durante a gravidez
  •      Dando ao bebê coisas brilhantes de elevado contraste
  •      Ligando uma luz de presença para o bebê olhar em volta enquanto está acordado no berço
  •      Não mudando radicalmente o seu aspecto

Desenvolvimento da visão das crianças: o primeiro ano

Ao fim de algumas semanas, o seu bebê será capaz de ver a maioria das cores, mas a visão cromática continuará a desenvolver-se durante os meses seguintes. Estes primeiros meses são também quando a acuidade visual começa a tornar-se mais nítida e a sensibilidade à luz aumenta lentamente.

É também quando os olhos do seu bebê estão aprendendo a funcionar em conjunto. Enquanto esta coordenação se desenvolve, é normal os olhos do bebê vaguearem ou afastarem-se do alinhamento. Isto não é preocupante a não ser que repare num desalinhamento constante. A coordenação dos olhos do seu bebê significa que a percepção da profundidade também está se desenvolvendo e que a coordenação mãos-olhos-corpo está melhorando.

Aos seis meses, a visão cromática e a acuidade visual devem estar totalmente desenvolvidas na visão das crianças. Isto significa que é momento de fazer o primeiro exame oftalmológico ao bebê. Embora o bebê não consiga ler letras ou uma escala E como você, o oftalmologista pode realizar testes não verbais para verificar se há miopia ou hipermetropia, astigmatismo e outros problemas visuais.

Até aos dois anos de idade, o seu bebê estará ocupado aperfeiçoando as suas capacidades visuais como o seguimento do olhar e o aumento da percepção da profundidade e a coordenação mãos-olhos. A visão das crianças continua a desenvolver-se nos anos de escolaridade, à medida que fortalecem o seu sistema de percepção visual para reconhecer as formas, as cores, as letras e os números de que precisam para serem capazes de ler e escrever.

O que você pode fazer:

Ajude o seu bebê a desenvolver as capacidades visuais:

  •      Apresentando muitos estímulos visuais de cores brilhantes, diversificados e diferentes
  •      Mexendo simultaneamente os seus braços e pernas para incentivar o desenvolvimento bilateral e binocular
  •      Fale com ele enquanto anda pelo quarto
  •      Utilize uma luz de presença no quarto
  •      Utilize brinquedos de alcançar e tocar assim como outros que deixam o bebê explorar diferentes formas e cores
  •      Brinque de “bater palminhas” e “cadê o bebê” com o seu bebê
  •      Dê-lhe brinquedos para empilhar ou separar que ele consiga segurar e manipular

Sinais de problemas de visão nas crianças

Quais são os sinais a que deve estar atento na visão dos seus filhos? Alguns sinais e sintomas comuns de problemas de visão nas crianças incluem:

  •      Desalinhamento constante de um ou dos dois olhos
  •      Olhos lacrimejantes e chorosos (poderá ser causado pelos canais lacrimais bloqueados)
  •      Pálpebras vermelhas ou com crostas (geralmente um sinal de infecção ocular)
  •      Sensibilidade extrema à luz, especialmente em bebês (pode indicar pressão ocular elevada)
  •      Pupilas brancas (pode indicar cancro, problemas da retina, catarata e outros problemas)
  •      Dificuldade em seguir com o olhar objetos e pessoas
  •      Evitar livros com imagens e leitura nas crianças mais velhas
  •      Aproximação crescente à lousa e à televisão 

O seu oftalmologista é o seu aliado no monitoramento e na manutenção da saúde dos seus olhos e da sua visão, e isto é particularmente importante na infância durante as alterações rápidas e o crescimento à medida que a visão se desenvolve. O seu filho deve começar a fazer exames oftalmológicos completos regulares aos seis meses, mas apresente sempre as suas dúvidas ao seu oftalmologista. Ele pode ajudá-lo a descobrir o que se passa e prepará-lo para tomar as melhores decisões para a visão do seu filho.

Nada do que consta neste artigo deverá ser interpretado como um conselho médico, nem se destina a substituir as recomendações de um profissional de saúde. Para perguntas específicas, consulte o seu oftalmologista.
Mais Artigos

Explore Nossos Produtos